Banda Norueguesa A-ha anuncia turnê mundial para 2018

 

O trio norueguês A-ha prepara seu retorno em grande estilo: Morten Harket, Magne Furuholmen e Pål Waaktaar-Savoy planejam uma extensiva turnê mundial entre 30 e 40 apresentações na Europa, Estados Unidos e América do Sul.

“Iniciaremos na Inglaterra em junho e continuaremos pela Europa antes de seguirmos aos Estados Unidos e América do Sul”, disse o empresário dos músicos, Harald Wilk em entrevista a VG Today.

Contudo, a primeira data realmente confirmada é 6 de julho quando o A-ha se apresenta no Kongsberg Jazz Festival na Noruega. O concerto acontecerá em Kirketorget com capacidade para 12 mil pessoas.

Wilk explicou que este show tem um significado especial: “Kongsberg será divertido porque é onde Morten nasceu. É também um festival muito legal. Eles mantiveram isso por muito tempo e criaram algo especial”, observou.

Especula-se que o A-ha esteja planejando um novo álbum, o sucessor de Cast In Steelde 2015.

Com o anúncio desta nova turnê pela America do Sul, crescem as chances do público brasileiro conferir novamente o trio que marcou os anos 80 e 90 com grandes sucessos como Take On Me, Stay On These Roads, Cry Wolf, Hunting High And Low, entre muitos outros.

Notícia: Estudantes de Guapimirim participam de passeio ecológico

19420701_1599793496720314_4501641892305191938_n

 

Notícias sobre “Educação”

Estudantes participam de passeio ecológico

Estudantes da Escola Municipal Maximino José Pacheco, no Centro de Guapimirim, participaram na semana passada de um passeio que uniu atividades físicas e conscientização ecológica. A trilha ecológica foi da Barreira até a Praça Paulo Terra.

Eles recolheram garrafas pet, embalagens plásticas e copos de guaraná natural, o equivalente a seis sacos de lixo. Os estudantes foram acompanhados pela equipe da Guarda Ambiental que deu suporte e realizou uma palestra ao ar livre.

Os passeios com diferentes turmas ocorreram ao longo de dois dias e foram organizados pelo professor de Educação Física Renato Fernandes, com o apoio da professora Iohana Lessa.

“Tivemos a felicidade de recolher seis sacos de lixo que retiramos da natureza, e levamos os alunos da escola com a finalidade de mostrar à comunidade a importância de valorizarmos a nossa cidade, através de uma linda caminhada por cenários maravilhosos, incluindo cachoeiras e trilhas”, comentou o professor Renato Fernandes.

 

http://guapimirim.rj.gov.br/2017/06/26/estudantes-participam-de-passeio-ecologico/

NOTÍCIAS UNPLUGGED MTV COM A-HA

Conforme havíamos divulgado, o a-ha realizou os dois shows que vão fazer parte do Unplugged MTV.

A euforia tomou parte dos felizardos fãs que presenciaram as apresentações, sem poderem fazer registros. Como constava na programação, celulares e aparelhos eletrônicos foram gerados.

Não só os fãs estavam entusiasmado, Morten Harket declarou que “De repente, somos uma banda novamente, de repente entendemos por que estamos juntos, e estamos de acordo como nunca antes”.

As informações aqui divulgadas foram obtidas através de relatos destes fãs e reportagem do jornal norueguês Aftenposten.

Esse foi o setlist dos shows:

1. This is Our Home (New song by Magne)
2. Lifelines
3. I’ve Been Losing You (w/Lissie)
4. Analogue
5. The Sun Always Shines on TV (w/Ingrid Helene Håvik)
6. Break in the Clouds (New song by Paul)
7. Foot of the Mountain
8. Stay on These Roads
9. This Alone is Love
10. Over the Treetops
11. Forever Not Yours
12. Sox of the Fox (aka “The Vacant” by Bridges)
13. Scoundrel Days (w/Ian McCulloch)
14. The Killing Moon (Echo & The Bunnymen cover w/Ian McCulloch)
15. Summer Moved On
16. Memorial Beach
17. Living a Boy’s Adventure Tale
18. Manhattan Skyline
19. The Living Daylights
20. Hunting High and Low
– – – – – – – – – – – – –
21. Take on Me

A possibilidade de termos duas inéditas, um resgate da época dos Bridges, uma cover, aliado a faixas que não fizeram parte dos grandes hits da banda torna o trabalho ainda mais especial.

Aftenposten:

— O que esta experiência pode significar para a cooperação do a-ha à frente?

Paul Waaktaar-Savoy – Não, posso dizer isso. Nós ainda somos como planetas que giram em torno de si, mas agora estamos na mesma “órbita”. Não me lembro a última vez que tinha uma maneira tão natural e fácil de trabalhar juntos.

— Parece quase inacreditável?

Paul Waaktaar-Savoy -Todas as divergências musicais são apenas desafios que fazem as coisas melhor, por isso nunca foi o problema. É quando você mistura negócios, stress e tudo o mais acima na árvore, que torna a amarração e difícil. Mas agora estamos em um bom lugar.

Magne Furuholmen diz:

Mas isso é mais uma reminiscência da maneira que tinha nos anos 80, onde ficávamos no estúdio e à procura de coisas legais. Alguns empurrando e alguns segurando de volta, e alguns pensando em si mesmos. É uma importante coisa de três cabeças para o a-ha, mas aqui nós temos uma peça incrível de coesão e de uma troca criativa que não tivemos em muitos anos.

A turnê do próximo ano foi renomeada oficialmente. Antes intitulada “An acoustic evening with a-ha” agora passou a ser chamada no site oficial de “a-ha MTV Unplugged Tour 2018”.

A banda desejava ter feito a gravação no Brasil

Decidir onde ocorreria a gravação do MTV Unplugged  não era uma tarefa fácil, disse o Harald Wiik, manager do a-ha::

Eu queria construir um estúdio de TV inteiro perto de Londres, mas a banda não queria isso. Eles queriam ir para a Amazônia ou a cidade brasileira de Belém, mas isso provou ser muito difícil. Então, Magne imaginou que poderíamos fazer algo “norueguês”, dentro de uma igreja, mas seria muito pequeno [para tal produção]. Morten sugeriu que fossem utilizados os manequins do clipe “The Sun Always Shines on TV”  como público. Finalmente, acabamos aqui no Giske, que é um lugar completamente único.

Ampliação da turnê

Cresce a expectativa de que mais países sejam incluídos na turnê, incluindo na lista o Brasil. Com a enorme repercussão em torno da gravação do acústico MTV, aliado ao entusiasmo de Mags, Morten e Paul em estarem realizando o projeto e se entendendo como deve ser, cria-se um novo ânimo para que isso aconteça.

Agora é aguardar pelo lançamento do novo álbum em outubro, e na medida que tivermos novidades, atualizaremos para vocês.

Outra reportagem:

Dagbladet:

Magne Furuholmen já não é mais conhecido como o tecladista no a-ha, agora ele ampliou o repertório como um artista versátil, diretor do festival e produtor.

Créditos do texto para o blog do amigo Aloisio Ramos

http://www.a-habahia.wordpress.com

 

 

 

Banda Norueguesa A-ha lança seu primeiro disco Acústico: VEM AÍ O A-HA UNPLUGGED MTV!

18010311_10155049425516211_6440779447805189975_n

Durante a semana, o tecladista Mags deu a pista no Instagram, e agora o Harald Wiik, manager da banda, confirmou em entrevista ao jornal norueguês Aftenposten que a notícia é verdadeira. Os concertos que estão programados para esse mês serão gravados e farão parte do MTV Unplugged.

Essa notícia agradou em cheio aos fãs, que há muito tempo desejavam um projeto neste formato.

Houve uma conversa sobre fazer algo assim por muito tempo, mas foi só agora que tudo deu certo. O canal de música MTV foi muito importante para o a-ha de na década de 1980, de modo que fazer isso para eles agora, é completar um círculo para a banda”, diz Harald Wiik.

Enquanto isso, Mags fez o seguinte comentário:
Consideramos o show MTV Unplugged como uma oportunidade para atualizar o nosso material, tanto para o nosso público, bem como para nós mesmos (…). Estamos muito animados por estarmos tão perto dos fãs nesta linda parte da Noruega!

O setlist consiste em uma cuidadosa seleção de sucessos bem conhecidos, bem como faixas ao vivo raramente tocadas e até mesmo duas músicas novas. A Universal Music divulgou a lista de convidados, que conta com Ian McCulloch do Echo & The Bunnymen, Alison Moyet (Yazoo) , Lissie e Ingrid Håvik , vocalista da popular banda de indie norueguês Highasakite.

Os músicos Karl Oluf Wennerberg (bateria) e Even Ormestad (baixo), que estiveram com a banda na turnê anterior seguem com a banda, acompanhados de Morten Qvenild no piano, e do arranjador e multi-instrumentista Lars Horntveth, bem como um trio apoio de cordas. Entre os muitos instrumentos acústicos no palco também inclui uma celesta, cravo e harmonium.

Essas novidades deixaram os fãs ainda mais empolgados.

Agora é aguardar pelas notícias das gravações que vão acontecer nos dias 22 e 23 deste mês. O material está previsto para ser lançado no mês de outubro.

A banda tem agendada na Europa uma sequência de 13 shows entre os meses de janeiro e fevereiro de 2018. Alemanha, Áustria, Suíça, Noruega e Inglaterra foram os países contemplados. Apesar do grande sucesso que a banda faz na América do Sul, não há nenhuma previsão de que essa turnê chegue a esse continente.

O site oficial do a-ha compartilhou os perfis dos músicos que estão publicando registros ligados ao a-ha nessa fase de preparação para gravação do acústico MTV.

Um dos maiores goleiros do mundo: Rinat Dasaev revela confidência de Telê: “Brasil ganharia Copa de 82 se eu fosse o goleiro”

Dasaev revela confidência de Telê:

Aos 60 anos, ex-goleiro é o maior ídolo vivo do futebol da Rússia. Ele relembra encontros com a seleção brasileira e vitória no Maracanã: “Zico perdeu pênalti, mas eu ia defender”

Um brasileiro pode defender o gol da seleção russa na próxima Copa do Mundo. Aos 31 anos, Guilherme joga no Lokomotiv Moscou há dez temporadas. Se naturalizou e faz parte do grupo que começa a disputa da Copa das Confederações neste sábado, em São Petersburgo, contra a Nova Zelândia. Tem grandes chances de ser um dos goleiros russos no Mundial. Aqui, isso não é uma tarefa das mais simples. A camisa 1 está para o futebol russo como a 10 de Pelé para o futebol brasileiro. Culpa de Lev Yashin, o Aranha Negra, principal símbolo do futebol da Rússia. Mesmo 47 anos depois da aposentadoria da seleção, 27 anos após a morte, é lembrado como o pioneiro de uma tradição russa sem comparação no futebol mundial, em que a camisa 1 vem acima de todas as outras.

Rinat Dasaev, ex-goleiro da antiga União Soviética (Foto: Richard Souza)
Rinat Dasaev, ex-goleiro da antiga União Soviética (Foto: Richard Souza)

No último dia 13 de junho, o maior ídolo vivo do futebol russo completou 60 anos. Rinat Dasaev. Goleiro da União Soviética em três Copas do Mundo, fugiu da entrevista durante semanas, mas fez o que não costumava fazer nos temos de jogador: cedeu. No campo do Estádio do Spartak, clube que defendeu e do qual hoje é funcionário – ele treina goleiros da base -, confirmou que é um sujeito de personalidade forte, mas terminou a conversa sorrindo. Referência dos anos 80, foi um dos maiores de todos os tempos na posição. Talvez por isso tenha ouvido de Telê Santana um elogio memorável.

– Uma vez Santana me disse: se o Dasaev fosse o nosso goleiro, ganharíamos a Copa de 82 (risos). – Valdir Peres era o goleiro titular da Seleção naquele Mundial.

A Importância da Educação Física Escolar na formação do aluno

Participei da gravação da matéria realizada para o programa de Bem com a vida Rede bandeirantes, com o colega de Profissão Professor Rogério Dias, no Colégio Sagrado Coração de Maria Copacabana – Rio de Janeiro

Korfebol Brasileiro em Piratininga – Umei Nina Torres realiza Integração Família Escola

Oficina do Projeto Presença( construção dos bonecos), jogo Korfebol Brasileiro, oficina de pipa, brincadeiras musicadas, bolinha de sabão, jogo de boliche, pula corda e elástico, exposição da CLIN- objetos reciclados, Fiocruz- Projeto Eliminar a Dengue, delicioso lanche…e muita alegria!

18620302_1931834293759419_7650304309888062549_n

Creditos para Matéria Jornal O Fluminense

http://www.ofluminense.com.br/pt-br/cidades/a%C3%A7%C3%A3o-contra-dengue-em-piratininga-0

Evento teve como objetivo a conscientização da sociedade sobe a importância do combate às doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti

Foto: Marcelo Feitosa

A Praia de Piratininga recebeu, na manhã deste sábado (27), uma ação conjunta no combate à dengue. Promovida pela UMEI Professora Nina Rita Torres, a “Atividade de Integração Família e Escola” contou com a parceria do Grupo Escoteiro Imbuí, da prefeitura de Niterói e da Fiocruz, e teve como objetivo o estreitamento dos laços entre a comunidade escolar e a conscientização da população local sobre a importância do combate às doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti, como a dengue, a Zika e a chikungunya.

As crianças puderam se divertir com várias atividades

Foto: Marcelo Feitosa

No evento, a criançada pôde contar com diversas atividades, como oficina de construção de bonecos, oficina de pipa, brincadeiras musicadas, bolinha de sabão, jogo de boliche, pula corda e exposição de objetos reciclados.

“Realizamos essa ação anualmente, buscando trazer atividades que possibilitem a integração da família com a escola. Nesse ano, criamos essa grande parceria com a Fiocruz para que a populução seja informada sobre ações importantes de combate ao Aedes Aegypti”, disse Glaucia Leão, diretora da UMEI Professora Nina Rita Torres.

A subsecretária da Administração Regional da Região Oceânica, Catarina Chagas, destacou a importância do papel da prefeitura de Niterói na realização do evento.

“A administração regional trabalha na divulgação dos eventos educativos que acontecem na região. Passamos de casa em casa com o intuito de conscientizar a população. Tudo isso através de conversa e da distribuição de materiais educativos”, contou.

Mosquitos aliados – Apesar de ter como público-alvo a comunidade escolar, o evento não contou apenas com atividades infantis, recebendo também pessoas de todas as idades que passavam pelo local. Através da exposição do projeto “Eliminar a Dengue: Desafio Brasil”, a Fiocruz apresentou os benefícios dos mosquitos Aedes aegypti com a bactéria “Wolbachia”, aliados na redução da transmissão da dengue, Zika e chicungunya.

A metodologia do projeto consiste na inoculação da bactéria Wolbachia no ovo do Aedes aegypti, para que, desta forma, o inseto se desenvolva com a bactéria no seu organismo. Em seguida, os mosquitos são liberados com a bactéria em uma área por um determinado período de tempo, proporcionado a substituição gradual da população de mosquitos de campo pelos mosquitos com a bactéria Wolbachia.

“Esta substituição ocorre mediante o cruzamento entre eles, com a transmissão da bactéria pela fêmea aos seus filhotes. Desta forma, o método torna-se autossustentável, já que, naturalmente a bactéria vai se perpetuar nas gerações futuras dos mosquitos”, explicou o coordenador de engajamento comunitário do projeto da Fiocruz, Guilherme Costa, salientando que o método não envolve nenhuma modificação genética.

Por sua vez, a gerente do projeto, Flávia Teixeira, destacou a importância do apoio da população à iniciativa.

“A participação da sociedade ao projeto é crucial, uma vez que só liberamos os mosquitos com a bactéria se tivermos o aval da população local. Por isso, antes da soltura, realizamos todo um trabalho educativo com a comunidade local. O controle vetorial requer uma série de iniciativas que, juntas, alcançam um resultado positivo. Portanto, todas as estratégias de prevenção se complementam e são essenciais”, disse Flávia.

Em Niterói, o projeto “Eliminar a Dengue: Desafio Brasil” se iniciou em 2015, em fase experimental, no bairro de Jurujuba. A fase de expansão, já iniciada em Charitas, Preventório, São Francisco e Grota no início deste ano, chegou agora à Região Oceânica, contando com uma ajuda de peso para a sua divulgação. Trata-se do Grupo Escoteiro Imbuí, que, desde abril deste ano, contrubui com a iniciativa mapeando os locais da região para a Fiocruz.

“Fizemos um mapeamento estratégioco dos lugares na Região Oceânica em que poderíamos colocar as armadilhas para atrair os mosquitos. A população até que é bem receptiva quando vamos de casa em casa, mas acreditamos que um evento como este é capaz de reunir toda a população de forma ainda mais eficiente”, disse Pedro Cardoso, representante do grupo de escoteiros.

 

 

Professores Thiago Estevão e Marcelo Bepi Soares “Marcelo Korfebol”

Agradecimento especial a toda equipe da UMEI NINA TORRES

Existem pessoas, situações, eventos e trabalhos que são motivos de especial orgulho em nossas vidas. É assim que eu, Marcello Bepi Soares – “Marcello Korfebol”, Divulgador do Korfebol Brasileiro, agradeço a oportunidade de estarmos presente a atividade de Integração Família e Escola da UMEI Professora Nina Rita Torres.

Pessoas como voces é que nos motivam a continuar na luta pelo esporte brasileiro. Devo-lhe, pois, meus parabéns, e minha expressão de imensa satisfação e gratidão pela oportunidade de aprender, fazer contatos poder ensinar o jogo dos gêneros para as famílias de Piratininga – Niterói – Rio de Janeiro.