A-HA: NOVIDADES SOBRE A “ACOUSTIC TOUR”

Oslo (duas datas) e Londres foram confirmadas oficialmente na “Acoustic Tour” que acontecerá no próximo ano. Com isso, já são 13 shows agendados para o período de 23 de janeiro a 14 de fevereiro.

A banda vem trabalhando em estúdio, e através dos canais oficiais do a-ha e dos músicos que estão envolvidos no projeto, é possível ver registros de fotos e vídeos desses momentos.

Seguem informações dadas por Mags, Morten e Paul referentes ao a-ha e sobre o novo projeto.

Mags:

Estamos em processo de acrescentar algumas novas canções, e também dando uma olhada em nossa história, descobrindo coisas, canções guardadas, também queremos alguns convidados especiais, espero que seja uma coisa divertida, será para nós, espero que para o público também”.

Morten:

Haverá um novo material, ou material que não foi divulgado no passado, mas novo no sentido de não ter sido lançado antes, certamente, não desta maneira, e eu acho que haverá uma ou duas versões cover talvez.

É algo comum querer incluir algo de fora também, serão canções que eu acho que tem algo comum, significam algo para nós em nossa carreira, em nossa época.

Londres é especial, porque foi onde crescemos como banda, foi aonde nós nos tornamos a-ha.

The Voice Noruega:

Neste ano, Morten será um dos mentores do The Voice norueguês. A notícia foi bastante repercutida na imprensa local, afinal, trata-se do maior astro do País.

Morten Harket é o número um indiscutível na indústria musical norueguesa e tem sido uma voz clara no mundo da música internacional desde a descoberta com o álbum de estreia “Hunting High and Low”, com A-ha em 1985. Morten é tido como dono de uma das melhores vozes e pode contribuir de maneira especial em trabalhar com desenvolvimento do artista de novos talentos na voz”, diz diretor do programa Jarle Nakken na TV2.

Paul

Em entrevista ao Superdeluxeedition.com, Paul respondeu questões referentes a turnê acústica e relançamentos de edições especiais dos álbuns Minor Earth Major Sky e Lifelines:

SDE: E qual é o pensamento por trás desta turnê acústica. A ideia é apenas fazer algo um pouco diferente sob a bandeira a-ha?

PWS: Nossas canções tendem a ser escritas em guitarra acústica ou piano acústico para que eles sempre se adaptem muito bem a qualquer forma que você quer dar – e tem sido algo que as pessoas dizem: “vocêsdevem fazer um álbum acústico”.

SDE: Eu entendo que nós podemos ver as reedições de Minor Earth Major Sky Lifelines em um futuro não muito distante?

PWS: Sim

SDE: É óbvio que você e a banda estiveram muito envolvidos nas reedições, já que há muito material demo sobre elas. Quanto você gosta desse processo?

PWS: Isso tem sido bom. Estivemos cavando profundamente nosarquivos tentando encontrar várias coisas em cassetes e DATs velhos. Você encontra alguma coisa e então o cara da gravadora vai embora e tenta encontrar uma versão de melhor qualidade da mesma gravação, porque muitas vezes teremos uma cópia de cassete, mas não será a master. É um monte de trabalho de detetive para descobrir onde as coisas acabaram.

SDE: Também lhe dá a oportunidade de reavaliar o trabalho que você fez na época. Minor Earth Major Sky foi o seu álbum de “retorno”. Como você reflete sobre esse registro?

PWS: Tenho ótimas lembranças desse álbum. Um bom período, muito material. Deve haver alguns bons outtakes sobre esses lançamentos. Lifelines foi um pouco mais de luta. Tentamos trabalhar com cinco ou seis produtores diferentes, de modo que foi o primeiro álbum onde tudo estava espalhado em muitos lugares diferentes. A coisa boa sobre isso é que você acaba com toneladas de versões diferentes e outtakes que você pode usar na reedição.

Nessa entrevista, ele também comenta sobre o projeto Waaktaar & Zoe. Você pode ter acesso a essas informações no link:

http://www.superdeluxeedition.com/interview/a-has-pal-waaktaar-savoy-talks-to-sde-about-new-project-world-of-trouble/

Ainda sobre o acústico, Paul declarou que: Estamos começando a ver o que tocaremos para o acústico, a banda está tentando analisar todos os álbuns para verificar quais as canções que se encaixam no formato.

HYDRO VENCE ABERJE NACIONAL COM PROJETO DO A-HA

hydro

A Hydro ganhou o prêmio nacional Aberje de Comunicação Integrada pelas ações envolvendo a primeira ida da banda norueguesa a-ha ao estado do Pará. Concedido pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), o prêmio é realizado há mais de 40 anos e reconhece as melhores práticas da comunicação empresarial brasileira.

Realizadas em outubro de 2015, as iniciativas premiadas pela Aberje uniram dois shows da banda a-ha nos municípios de Barcarena e Paragominas – onde a Hydro tem unidades –, a distribuição em diversas cidades dos kits escolares arrecadados em troca de ingressos, um projeto artístico-social com crianças de Barcarena e a plantação de mudas na área de reflorestamento da Hydro na cidade de Paragominas. “Essas atividades são parte de uma estratégia de longo prazo para fortalecer o entusiasmo e orgulho internamente, ao mesmo tempo em que aumentamos a conscientização e compreensão externa sobre a Hydro, nossas atividades e o compromisso de longo prazo com o Pará”, diz Inger Sethov, vice-presidente executiva de Comunicação e Relações Governamentais.

A parceria com os músicos era parte das ações globais da Hydro, que celebrava um momento histórico em 2015 com os 110 anos da companhia, os 30 anos da companhia de alumínio Albras e os 20 anos da refinaria Hydro Alunorte, estas duas sediadas no estado do Pará. O posicionamento da empresa e a identificação com a banda justificam a escolha dos músicos para shows no estado: assim como a Hydro, o a-ha se renovou ao longo das décadas e é reconhecidamente engajado com temas importantes como reflorestamento, reciclagem e cidadania.

Do planejamento à execução, o projeto durou um ano e envolveu mais de 500 profissionais da Noruega e do Pará, além de 100 fornecedores de cidades paraenses, priorizando empresas das cidades nas quais a Hydro está presente. Ao todo, quase 30 mil pessoas participaram dos dois shows, mais de 9 mil crianças assistidas por projetos sociais foram beneficiadas pelos kits escolares arrecadados e mais de um milhão de pessoas foram alcançadas nas mídias sociais da companhia.

“O prêmio prova que a comunicação não tem fronteiras ou barreiras. Sem dúvida foi um dos projetos mais desafiadores que pude presenciar e que só foi possível graças ao trabalho em equipe, uma vez que reuniu todas as áreas da empresa e contou com o apoio incondicional de todos”, pontua Anderson Baranov, diretor de Relações Governamentais e Comunicação da Hydro, que recebeu o prêmio junto com a coordenadora de Comunicação, Renata Freitas, durante cerimônia realizada em São Paulo.

O Prêmio Aberje

Eleito o mais importante prêmio setorial pelos diretores de comunicação das principais empresas do país na pesquisa Mapa da Comunicação Brasileira 2013, o Prêmio Aberje reconhece as melhores práticas da comunicação empresarial brasileira, marcando a trajetória de profissionais e suas organizações como protagonistas do contínuo aperfeiçoamento das narrativas empresariais.

A história do Prêmio tem início com o 1º Encontro de Editores de Jornais e Revistas de Empresas, realizado simultaneamente à 1ª Exposição de Jornais e Revistas de Empresas no dia 8 de outubro de 1967, na cidade de São Paulo. Participaram 80 editores de 54 publicações. Desde então, a premiação colabora com o crescimento da comunicação empresarial brasileira, com a apresentação de cases inspiradores.

A Aberje é uma organização profissional e científica sem fins lucrativos que tem como principal objetivo fortalecer a Comunicação nas empresas e instituições e dignificar o papel do comunicador. Fundada em 1967, ela une a tradição e a busca constante por inovação e aperfeiçoamento nas diversas áreas da Comunicação. Sua atuação ultrapassa os limites do território brasileiro com projetos de relacionamento e intercâmbio com países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França, Espanha, Portugal, Alemanha, Itália, Índia, México, Argentina, Chile, Colômbia e Peru.

maxpress

Autobiografia do Vocalista do A-ha Morten Harket será lançada no Brasil

 

Autobiografia do líder do A-ha é comprada pela Faro.

No ano passado, Morten Harket líder e vocalista da banda, revelou que há mais de 3 anos estava trabalhando em sua autobiografia. No final de 2015, finalmente entregou os originais.

O livro, My Take On Me, numa referência ao maior sucesso da banda, teve os direitos vendidos até o momento para mais de 17 países. Tendo sido lançado, inicialmente, na Alemanha, o livro deve chegar ao Brasil no início de 2017 pela Faro Editorial.

O Brasil é citado no livro com destaque.

O show ocorrido no Rock in Rio em 1991 é considerado por Morten como o mais importante de sua carreira.

O vocalista, que esteve no Brasil neste início de ano para gravar um comercial, anunciou recentemente o fim definitivo da banda, mas as comemorações dos 30 ano do A-ha em 2015 ainda alimentam a esperança dos fãs por alguns momentos de reunião do trio.

No livro, Morten narra desde o surgimento da banda, a relação entre os membros, as fases, curiosidades de bastidores, das apresentações, as histórias por trás das composições e faz um registro de momentos que marcaram a sua trajetória.

O livro começa com o momento da apresentação no Rio de Janeiro em 1991 e termina com a última apresentação ocorrida no Rio, no ano passado.

A Faro já começou a negociar com o agente de Morten para tentar lançar a obra com a presença dele por aqui.

FONTE: FOLHA

1º Album do a-ha completa 30 anos de seu lançamento

Reedição: Publicado Originalmente em 04 de Maio de 2013, na fanpage, Phonorama: All Classics Albuns. Algumas alterações no texto foram feitas para atualizar informações sobre este disco.

Em Junho de 1985, chegava as lojas de discos do Reino Unido, Europa e Estados Unidos o álbum “Hunting High And Low”, do trio norueguês A-ha. Tendo como carro-chefe do disco a canção “Take On Me” que dois meses antes havia se destacado nas paradas de sucessos dos quatro cantos do planeta. O vídeo de “Take On Me” foi o mais caro já produzido desde então e foi dirigido por Steve Barron e um dos mais aclamados clipes do ano. O Disco vendeu 10 milhões de cópias em todo o mundo e fez do a-ha uma das bandas mais influentes dos anos de 1980. O álbum foi produzido por Alan Tarney, John Rattcliff e Tony Mansfield. Deste álbum destacam-se além de “Take On Me”, “The Sun Always Shines On T.V.”, “Train Of Thought” e a épica balada que dá nome ao álbum, “Hunting High And Low”. É claro que sou suspeito em dizer, mas além dessas há também; “The Blue Sky” e “Living A Boy’s Adventure Tale”. O Disco só chegou ao Brasil quase dois anos depois, no início de 1987, junto com o segundo álbum da banda “Scoundrel Days”. Mags (ou Magne Furüholmen) disse certa vez: “É um álbum de uma banda que queria conquistar tudo. E de uma vez só.” Em 2015 o álbum completou 30 anos e ganhou uma edição Super Luxo em CD e foi relançado em Vinil.

A-HA: CLIPE DE “OBJECTS IN THE MIRROR” E “THE WAKE” NAS RÁDIOS BRASILEIRAS

objects

Foi lançado um novo clipe do a-ha após o término da turnê. Um fato curioso, já que normalmente os clipes são lançados com a intenção de contribuir na promoção de um novo álbum. Pelo visto não foi essa a intenção da banda.

O clipe faz referências a diversos momentos da trajetória, além da inserção de fotos antigas, algumas delas da infância de Mags, Morten e Paul.

O site a-ha Notícias apresentou outras informações interessantes a respeito do novo clipe:

Grande parte das fotos utilizadas no clipe foi cedida por pessoas próximas ao a-ha, como o poeta norueguês Henning Kramer Dahl (amigo pessoal da banda e coautor do livro Så Blåser Det På Jorden, lançado em 1986), o ex-baixista dos Bridges, Viggo Bondi, e o fã P.A. Stenersen, conhecido por ter o maior acervo sobre o a-ha no mundo“.

The Wake

Depois de “Under the Makeup” e “Cast In Steel” terem entrado na programação de rádios brasileiras, “The Wake” foi lançada pela Rádio Antena 1. É muito bom ver que além dos clássicos inesquecíveis, as rádios brasileiras colocaram nas suas programações os novos trabalhos da banda.

Sobre a inserção de “The Wake” na sua programação, a Antena 1 descreveu o seguinte:

O primeiro single do disco foi a faixa “Under The Makeup”. Composta por Paul Savoy – que também participou da produção da faixa, ao lado de Erik Ljunggren – a música foi gravada com a ajuda do músico de jazz Lars Horntvedt e de uma impressionante orquestra composta por 70 pessoas.
Já o segundo single, a canção “The Wake”, foi anunciado em seguida, durante uma entrevista para a rádio BBC. Composta por Harket e Ole Sverre Olsen, a música teve ótima recepção. Na primeira semana de comercialização, Cast In Steel estreou na oitava posição na parada de discos britânica, com 7.828 de unidades vendidas“.

Se você é fã da banda, faça a sua parte, prestigie a rádio e mantenha as novas músicas entre as mais pedidas!

Agradecemos ao fã Ricardo Campos por compartilhar a novidade.

A-HA “HITS SOUTH AMERICA”

· · em a-ha. ·

Hits south america

O site oficial do a-ha divulgou ontem esse surpreendente lançamento, um EP com cinco músicas gravadas no show realizado no Ginásio de Esportes Gigantinho, em Porto Alegre.

O show foi realizado no dia 07 de junho de 1991, e foi o último realizado no Brasil na bem sucedida turnê “Walk Under Sun, Dance Under Moon”, que mais tarde resultou no lançamento do DVD Live in South America.

TRACKLIST

1. The Blood That Moves The Body (Live)
2. Manhattan Skyline (Live)
3. You Are The One (Live)
4. Stay On these Roads (Live)
5. Hunting High And Low (Live)

Este é um lançamento exclusivo da Record Store Day.

Se você quiser saber mais sobre os shows do a-ha realizado no Brasil, basta acessar o link abaixo:

a-ha no Brasil

* Nosso comentário:

Não temos dúvida que o a-ha possui em seus acervos um vasto material de seus shows. Estive presente em uma dessas apresentações de 1991, realizado em Salvador, e vi que o show daqui foi gravado na íntegra e algumas imagens foram utilizadas no Live in South America. Assim como esse show que estive presente, toda a turnê, incluindo os concertos no Chile e Argentina foram registrados.

É bom ver esse acervo sendo revisitado, e ficamos na torcida de que outros grandes momentos da banda ao vivo venham à luz, assim como registros das turnês do Lifelines e Analogue por exemplo.

Vocalista do A-ha: Morten Harket faz brasileiros se sentirem orgulhosos

Hidro + a-ha = 9000 skolesekker til celeiro brasilianske

Morten Harket faz brasileiros orgulhosos

Apenas três meses depois de Morten Harket e o a-ha realizarem dois shows beneficentes em parceria coma mineradora Hydro no norte do Brasil, com estádios cheios e arrecadação de 60.000 mil kits escolares, o famoso cantor esta de volta ao Brasil para gravar um comercial para mineradora.

O objetivo é filmar um comercial – cerca significado da Hydro para a industrialização eo desenvolvimento social no estado brasileiro do Pará, ea importância do Estado como centro de produção de alumínio no Brasil.

O filme irá informar e falar com entusiasmo sobre a Hydro e infinitas possibilidades de alumínio, visto através dos olhos de Morten Harket – que é tão famoso no Brasil hoje como quando ele e seus companheiros de banda de dois a-ha lideravam as paradas há 30 anos.

Morten Harket ainda é popular no Brasil.  Foto: Hidro

Maior do Brasil
Por que é tão importante que os brasileiros estão cientes da Hydro e alumínio?

Porque a Hydro se tornou a maior empresa de alumínio no Brasil e América do Sul, e porque o alumínio é o metal do futuro.

O alumínio pode tornar os carros mais leve e mais eficiente de combustível, reduzir o desperdício de energia em edifícios e prolongar a vida de prateleira de alimentos e bebidas, para mencionar apenas algumas das razões – em suma, o alumínio faz uma contribuição importante para reduzir as alterações climáticas, e aliviando a carga sobre o planeta e na vida diária das pessoas. A demanda por alumínio no Brasil está aumentando.

O alumínio pode tornar os carros mais leve e mais eficiente de combustível.  Foto: Getty / iStock

Paradoxalmente, o aumento dos custos de energia e preços baixos de alumínio globais levaram a muitos dos concorrentes da Hydro no Brasil a ser encerrado.

Isso torna ainda mais importante para as pessoas e os tomadores de decisão no Brasil a ter em conta a contribuição a Hydro faz como uma grande empresa industrial, empregador, comprador de bens e serviços locais, e como um fornecedor de produtos de alumínio – e como a Hydro práticas corporativas responsabilidade social e contribui para a sustentabilidade e desenvolvimento social.

Geograficamente distantes – estrategicamente importantes
Com toda a cadeia de valor do alumínio em um só lugar – a partir de mineração de bauxita e refino de alumina para a produção de produtos de alumínio com base em energia hidrelétrica – Pará é um dos melhores lugares do mundo para a produção de alumínio.

Morten Harket em profunda conversa com representantes Hydro na refinaria de alumina Alunorte.  Foto: Ray Kay

A Hydro tem se empenhado no Brasil há mais de 40 anos. No início, a Hydro participou no desenvolvimento de uma mina de bauxita para obter matérias-primas essenciais para as fábricas de alumínio no oeste da Noruega.

O acesso a matérias-primas tem sido sempre um gargalo para os produtores de alumínio, mas quando a Hydro assumiu a maior empresa brasileira operações de alumínio da Vale no Brasil em 2011, a Hydro garantiu sua matéria-prima precisa por muitas décadas para vir. Hoje a Hydro tem mais de 40% de seus negócios no Brasil. Seu compromisso com o Brasil é estrategicamente importante para a Hydro – ea Hydro tornou-se importante no Pará e no Brasil.

Muito do que se orgulhar
Um monte de coisas boas vêm do estado do Pará, no extremo norte do Brasil: as bagas de açaí utilizados em smoothies saudáveis ​​em todo o mundo, as do Brasil Castanhas noruegueses amam no Natal – e alumínio da Hydro.

E alguns da matéria-prima da mina a céu aberto da Hydro em Paragominas e refinada por a maior do mundo refinaria de alumina, a Alunorte Hydro-propriedade em Barcarena, acabaram como peças de alumínio em iPhones e outros aparelhos distribuídos ao redor do mundo. É certamente possível fazer os cidadãos do Pará orgulhoso do que eles fornecem para o Brasil, Noruega e no resto do mundo.

Era mais do que dez anos atrás que a Hydro e a-ha trabalharam juntos pela primeira vez. Nessa altura, o grupo pop atraiu mais de 120 000 participantes entusiasmados para Frognerparken em Oslo para celebrar o 100º aniversário da Hydro.

No outono passado, quando a banda celebrou o 30º aniversário de sua descoberta hit “Take on Me” por ser uma das principais atrações no “Rock in Rio”, a Hydro aproveitou a oportunidade para convidar Harket & Co. para as cidades de Barcarena e Paragominas no norte do Brasil.